Offline
https://public-rf-upload.minhawebradio.net/210514/slider/be16933f25dab31b43d7898c19e6c07e.jpeg
D. Joaquim Mendes destaca lado evangelizador da Jornada Mundial da Juventude
16/07/2023 21:06 em Diocese

D. Joaquim Mendes, bispo auxiliar de Lisboa disse este Domingo que a Jornada Mundial da Juventude “é uma ocasião para fazer chegar aos jovens a Boa Notícia de que Deus os ama e quer fazer deles protagonistas da história”. 

O bispo auxiliar presidia à Missa em Loures, com a presença dos símbolos da JMJ, a cruz e o ícone mariano que estão percorrer as paróquias da diocese de Lisboa. 

D. Joaquim frisava, assim, que os jovens devem “olhar a vida no horizonte da missão colocando a si mesmos a pergunta: Para quem sou eu?”

Segundo este bispo auxiliar de Lisboa, “a missão não é uma parte da nossa vida ou um ornamento que se pode colocar de lado”, “a missão faz parte do nosso ser”, sublinha D. Joaquim Mendes, “e para isso estamos neste mundo”, acentua. 

Referindo-se à cruz entregue pelo Papa São João Paulo II aos jovens, em 1984, e que tem percorrido o mundo desde essa altura, D. Joaquim Mendes destacou que “a cruz é para os cristãos um símbolo forte, porque é a expressão mais eloquente do amor de Deus, que em Jesus nos amou até ao limite do amor, até ao dom da vida, para nos reconciliar com Deus e uns com os outros” e recordou que “a cruz é o símbolo do amor que derruba as barreiras que nos separam uns dos outros, e que de diferentes, nos faz irmãos”. 

COMENTÁRIOS